Cirurgia Refrativa

O que é?

Cirurgia refrativa é uma subespecialidade da Oftalmologia que trata das opções cirúrgicas ou qualquer tipo de cirurgia ocular feita com o objetivo de melhorar o estado refracional do olho.

 

São tipicamente realizadas para reduzir ou eliminar a necessidade de correção visual por uso de óculos  e/ou lentes de contato.

 

Refere-se, em sua forma eletiva e mais comum, às cirurgias que visam corrigir miopiahipermetropiaastigmatismo e presbiopia, assim como em sua forma terapêutica, para tratar doenças da córnea, como o ceratocone

visão nítida é resultado da focalização das imagens na retina, tão logo passem através dos meios transparentes do olho (córnea, aquoso, cristalino e vítreo) transformando-se em impulso nervoso que é, então, transmitido ao cérebro.

 

Quando a imagem não é focalizada sobre a retina, a visão não é nítida, estabelecendo-se, assim, os diferentes erros de refração.

Os erros de refração

  • Miopia: Dificuldade para enxergar longe. Afeta cerca de 25% da população. Normalmente, a miopia ocorre devido a um globo ocular muito comprido. Dessa maneira, as imagens dos objetos localizados à distância, convergem para um ponto focal antes de alcançar a retina e formam-se de maneira borrada, produzindo baixa visual que será proporcional à gravidade do problema.

  • Hipermetropia: Dificuldade para enxergar de perto. A hipermetropia é o contrário da miopia, ou seja, a imagem dos objetos é focada atrás da retina.

  • Astigmatismo: Dificuldade para enxergar de longe ou de perto, conforme se associe à miopia ou à hipermetropia .O astigmatismo é uma deformidade na curvatura da córnea, causando o foco de uma imagem em um eixo mais próximo e num outro eixo mais distante da retina.

  • Presbiopia: Dificuldade para enxergar de perto, devido a idade (vista cansada)

Os principais tipos de cirurgia 

  • LASIK: é a técnica mais utilizada no mundo para correção de graus a laser, tanto para miopia, quanto hipermetropia, astigmatismo, e alguns casos de presbiopia. É realizado um corte ultrafino na camada anterior da córnea, o que permite a aplicação do laser na sua camada interna. Sendo assim, há menor superfície a cicatrizar, menos desconforto no pós-operatório e a recuperação visual costuma ser rápida.

  • PRK: nesse caso, a correção do grau é realizado através da aplicação do laser na superfície da córnea. Este tratamento é indicado para pacientes que tem córneas mais finas, assimétricas ou são pacientes em geral mais jovens. É uma técnica muito segura, porém a recuperação visual é mais lenta. No pós-operatório é fundamental evitar a exposição dos olhos ao sol por um período de 1 ano após a cirurgia.

  • PTK: é uma forma de tratamento da superfície corneana utilizando o Excimer Laser com remoção uniforme de tecido. É indicado para o tratamento de doenças corneanas superficiais do epitélio e estroma anterior, como por exemplo, erosões recorrentes do epitélio, cicatrizes corneanas e distrofias. Além de remover as opacidades pode ser utilizado para regularização da superfície. Desta forma, o PTK é uma alternativa à remoção manual e aos transplantes de córnea.

  • Lentes Fácicas: implantadas nos olhos, fixadas na íris (cor dos olhos), com objetivo de corrigir miopia, hipermetropia e astigmatismo quando a cirurgia refrativa a laser não pode ser realizada. Isso geralmente ocorre em graus mais altos e córneas mais finas. Essas lentes possibilitam correção de aproximadamente 20 graus de miopia, 10 graus de hipermetropia e 7 graus de astigmatismo. Elas têm sido implantadas na Europa desde 1986 e no Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem desde 1997. A cirurgia é realizada com anestesia local, não havendo necessidade de internação e a recuperação visual inicia-se já nas primeiras 24 horas.

Faça o agendamento online. É fácil, rápido e seguro.

©  Clínica de Olhos Benchimol. Todos os direitos reservados.                         Criado por Contenuti

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone LinkedIn