Buscar
  • Sergio Benchimol

Ceratocone: causas, sintomas e tratamentos


Ceratocone é uma enfermidade não inflamatória, que afeta a estrutura da córnea, camada fina e transparente que recobre toda a frente do globo ocular.


A principal característica do ceratocone é a redução progressiva na espessura da parte central da córnea, que é empurrada para fora, formando uma saliência. Esse defeito impede a projeção de imagens nítidas na retina e torna a visão embaçada e irregular.


Ao contrário de muitas doenças oftalmológicas, o ceratocone costuma surgir na infância, na adolescência ou no princípio da vida adulta. É um problema hereditário que afeta de 1 a 2% dos brasileiros nessa faixa etária.



Causas


Difícil apontar uma causa específica para essa doença. Sabe-se que cerca de 1% a 5% da população geral possui defeitos em um gene que abrem as portas para o ceratocone.


Ainda assim, nem todas as pessoas com essa falha no DNA vão ter a doença, até porque o surgimento do ceratocone também depende de estímulos externos, como a coceira frequente dos olhos ou o ato de apertá-los.


Coceira nos olhos, asma e rinite são fatores de risco, por estimularem danos na córnea. Vale portanto estar atento a todo e qualquer fator que favoreça a alergia tais como ambientes empoeirados, com ácaro ou que tenham carpetes, tapetes, animais de estimação e bichos de pelúcia. Se isso fizer você coçar os olhos demais, pode desencadear o ceratocone.






Sintomas


O principal sintoma é a coceira nos olhos. Os pais devem ficar alerta para identificar sua origem e tratá-la eliminando assim o diagnóstico impreciso do ceratocone.


Se já houver algum caso de ceratocone na família, converse com o oftalmologista para minimizar o risco da doença nos descendentes.



Tratamento


As técnicas desenvolvidas nos últimos 20 anos evoluíram bastante e conseguem controlar bem os sintomas e restabelecer a visão apesar de ainda não oferecerem cura para a doença.


São dois os principais tratamentos atualmente: o implante de anel intracorneano e o crosslinking. No primeiro, é colocada uma prótese de acrílico que regula a curvatura da córnea. O segundo método consiste em promover uma ligação mais firme entre as fibras de colágeno da córnea. Um colírio de vitamina B e um raio de luz ultravioleta tornam a córnea mais dura fazendo com que o ceratocone não progrida.


As duas técnicas também podem ser combinadas a critério do oftalmologista.



Se seu filho tem muita coceira nos olhos sem uma causa conhecida, procure-nos para uma análise detalhada e um diagnóstico o mais preciso possível.

Entre em contato pelo telefone

21 3816-7000

e agende uma consulta. Temos profissionais qualificados e equipamentos modernos para avaliar e tratar o ceratocone da melhor forma possível.

0 visualização

©  Clínica de Olhos Benchimol. Todos os direitos reservados.                         Criado por Contenuti

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone LinkedIn